ÁGUA MATA 49,5 MIL PESSOAS NO BRASIL

O consumo de água é essencial para todos nós. O corpo humano é composto, em média por 75% de água, que auxilia no bom funcionamento dos nossos órgãos e também na limpeza do nosso organismo, porém é necessário ter muito cuidado com a qualidade da água que consumimos.
Na maioria das cidades do Brasil, os esgotos urbano e industrial não são corretamente tratados e acabam sendo despejados em rios e córregos. De acordo com estudos realizados nas maiores e mais populosas cidades, apenas dez delas possuem tratamento de esgoto correto, as demais cidades não possuem um tratamento eficaz e a consequência é a contaminação da água que será usada para abastecimento de toda população, resultando em doenças como cólera, febre tifoide, amebíase, leptospirose, giardíase, hepatite infecciosa e diarreia.
No Brasil, 49,5 mil pessoas vieram a óbito entre o ano de 2000 a 2009 devido a diarreia e gastroenterite (inflamação de estomago) de acordo a Nações Unidas para a infância (UNICEF) devido ao consumo de água contaminada, estes dados certamente são muito preocupantes, uma vez que após as estações realizarem o tratamento de água para retirar os dejetos e microrganismos, a água permanece com excesso de químicos que são utilizados para sua limpeza, como por exemplo o cloro, que é tóxico e o excesso dele ocasiona problemas à saúde como intoxicações, desconfortos e até mesmo o câncer.
Fazer o uso de um purificador de água é extremamente importante para retirada do excesso de cloro e, ainda, pela retenção de outros tipos de resíduos que permanecerem na água após o tratamento, realizando a função de purificação e filtração ao retirar gostos, odores, lodo, areia, barro, ferrugem e inibir a proliferação de bactérias.